5 Razões para fazer um teste de paternidade durante a gravidez

resumo

As estatísticas Internacionais (E.U.A) mais recentes mostram que 40,3% de todos os nascimentos nos Estados Unidos são de mães solteiras. Além disso, uma mulher casada pode não ter certeza se o seu marido é ou não o pai biológico de seu filho. Veja abaixo as 5 razões porque deve fazer um teste de paternidade pré-natal.

Um teste de ADN dá as respostas iniciais.

Se é uma destas mulheres que por vários acasos da vida não tem a certeza quem é o pai biológico da criança, podemos afirmar que não está sozinha, um teste de paternidade pré-natal não invasivo pode ser o que precisa.

Precisa de respostas sobre a paternidade? Agora é possível obter sem qualquer risco para o seu bebé – mesmo quando ainda está grávida – graças aos avanços da ciência no ADN. Durante este  post apresentamos uma visão geral de tudo o que precisa saber sobre o teste de paternidade pré-natal não invasivo realizado a partir da 8ª semana de gestação.

As 5 razões pelas quais um teste de paternidade enquanto está grávida pode ser a escolha certa

  1. Não saber quem é o pai do seu filho pode causar muita ansiedade. Esperar até que o bebé nasça para fazer um teste de ADN significa meses de preocupação, emoções negativas que são passadas para o seu bebé.
  2. Saber antecipadamente pode ajudá-la a tomar decisões sobre relacionamentos e sobre familiares antes do nascimento do bebé, e não depois, quando a vida fica consideravelmente mais «complexa».
  3. Antecipar o nascimento do seu filho. Pode querer que o pai biológico esteja envolvido durante a gravidez (frequentar aulas de parto, comprar móveis, roupas e todas as despesas que a maternidade envolve).
  4. Se sabe quem é o pai biológico antes de o bebé nascer, pode ter alguns de seus documentos legais prontos antes do tempo, se necessário – para apoio à criança, custódia e muito mais.
  5. Pode ter certeza de que a pessoa certa está consigo ou se encontra do lado de fora da sala de parto quando o grande momento chegar.

Ciência por trás dos testes de paternidade pré-natal não invasiva

O exame de adn pré-natal pode ser realizado logo na 8ª semana de gravidez, (veja aqui como efectuar a contagem) o que significa que pode optar por confirmar quem é o pai biológico da criança logo a partir da 8ª semana de gestação se optar pela realização do teste de paternidade não invasivo. Existem outros métodos para determinar a paternidade, como a amniocentese ou o teste CVS, que pode causar aborto espontâneo, um teste de adn pré-natal é completamente não-invasivo e seguro para a mãe e o feto.

Como funciona o teste pré-natal ADN não invasivo?

O ADN é colhido da mãe com uma simples colheita de sangue no braço. O ADN do pai é colhido usando uma Zaragatoa, «cotonete».

O teste analisa o ADN fetal flutuante no plasma da mãe e compara-o com o perfil de ADN da própria mãe obtendo assim o perfil do bebé da parte do pai.

Uma vez determinado o perfil do feto, esse perfil é então comparado com o do possível pai e a paternidade pode ser determinada.

Os resultados do teste de paternidade pré-natal são geralmente devolvidos em 7 dias úteis após o início do teste. Se o homem testado não for o pai biológico, então o relatório mostra 0% de probabilidade de paternidade. Se o homem testado é o pai biológico, o relatório mostra 99% ou mais de probabilidade de paternidade.

IMPORTANTE: Se estiver com uma gravidez gemelar (grávida de gémeos), não é possível fazer um teste de paternidade pré-natal, pois existe ADN flutuante de ambos os fetos na corrente sanguínea da mãe e a tecnologia atual não permite ao laboratório isolar o perfil de cada feto separadamente.

Seleção de um laboratório para testes de paternidade pré-natal não invasivos

Como qualquer outro serviço de diagnóstico, é importante estar consciente que nem todos os laboratórios têm a mesma tecnologia e conhecimento sobre os testes de paternidade não invasivos, portanto, realize alguma pesquisa independente e compare antes de fazer uma escolha!

O que procurar no laboratório:

Uma garantia de precisão: verifique se o laboratório está por trás dos resultados, ou se é realizado em outsourcing.

Acreditações completas, juntamente com uma excelente reputação no setor: os resultados do teste de paternidade pré-natal são importantes demais para garantir que o laboratório tenha acreditações amplas e atualizadas, agregando importantes programas independentes de supervisão, como a AABB (falamos do organismo do nosso laboratório).

Testes que são consistentemente atualizados: com melhorias na tecnologia de ADN e atualizações nos testes existentes, assegure que utiliza as tecnologias mais recentes e melhores para fornecer os resultados mais precisos.

Suporte profissional e atencioso antes, durante e depois do seu teste: Obter um teste de ADN não é difícil, mas pode ser um processo emocional muito complexo. Ter o apoio de uma equipe de atendimento ao cliente altamente treinada e compreensiva, capaz de responder a todas as suas perguntas com conhecimento e ajudá-lo a se sentir confortável, faz uma grande diferença.

Cuidado com os preços! Preços muito bons para ser verdade: este é um dos testes mais importantes que pode fazer. Portanto, não deixe que o preço seja o único fator determinante para tomar as suas decisões.

Conclusão

Com este exame de ADN as mulheres têm opções mais precisas, acessíveis e confiáveis do que nunca quando se trata do testes de paternidade durante a gravidez. Qual é o certo para si? A escolha é sua.

Veja aqui mais informações sobre o teste de paternidade ADN durante a gravidez >>

Leave a reply