8 razões para fazer um teste de paternidade

resumo

Quais a 8 razões que levam as pessoas a fazer um teste de paternidade? A desconfiança do parceiro é o único motivo para a realização de um teste de paternidade? Será que existem outros motivos que nunca pensou, mas que são importantes para a realização de um exame de paternidade? Existem pelo menos mais 7 motivos.

Os 8 motivos para realizar um teste de paternidade

São vários os motivos que levam as pessoas a fazer um teste de paternidade informativo, muitos pensarão que apenas se faz testes de paternidade devido a haver uma desconfiança do parceiro, ora de facto existem muitas outros motivos e motivações para que as pessoas decidam avançar como exame de paternidade. Ser pai é acima de tudo ter as responsabilidades parentais presentes no dia a dia. Não queremos dizer que a desconfiança não é um dos motivos, porque o é, mas existem outros, aliás existem pelo menos 8, pois foram os motivos que reunimos para este artigo.

1 - Desconfiança do parceiro

A desconfiança do parceiro, ou a descoberta de um caso de infidelidade, é sem dúvida uma das principais motivações para a realização deste exame. Claro que a proveniência da desconfiança assenta sempre em várias razões, como, disseram-me que…, o tempo de nascimento da criança não bate certo com a ultima data que estive com a parceira…, descoberta de algo na relação que os deixe desconfortáveis.

2 - Certidão de nascimento

Em alguns países, se os pais não forem casados​, o nome dos pais não pode ser adicionado à certidão de nascimento da criança até a paternidade se encontrar legalmente estabelecida. Um teste de ADN é a única maneira de provar a relação entre o pai e a criança.

Em portugal, o nome do pai pode ser adicionado à certidão de nascimento, se este estiver presente, der o seu consentimento e assinar a certidão, contudo nada invalida o pai fazer  um teste de paternidade antes de fazer o registo da criança. Se tem dúvidas quanto à paternidade em comum acordo com a mãe devem fazer o exame o quanto antes, afim de se comprovar as suas responsabilidades parentais.

3 - Custódia da criança

Quando a guarda do menor é disputada, um teste de paternidade pode ser requerido para a determinar os direitos legais do pai sobe a criança. Cada país tem suas próprias leis e directrizes sobre como um teste de paternidade interfere na questão da custódia. Em portugal deve informar-se com um advogado com o ramo de especialização em direito da família.

4 - Apoio à criança

Em situações em que é necessário apoio à criança, seja económico ou de outra forma e o alegado pai não pretende assumir as suas responsabilidades parentais, um teste de paternidade pode esclarecer todas as dúvidas quanto à parentalidade e responsabilização dos intervenientes no processo.

5 - Ordem do tribunal

Pode haver várias razões pelas quais um tribunal considere necessário um teste de paternidade, como por exemplo as disputas de apoio à criança, casos de imigração, atribuição do tutor legal entre outras razões.

6 - Imigração

Muitas vezes os testes de adn são pedidos para a finalização de processos de imigração. Estabelecendo assim a relação biológica entre os pais a criança e seus familiares. Com o documento em mãos basta apresentar no casos de portugal (no SEF ou embaixadas) para que o processo decorra com normalidade. Neste casos estes exames têm de ser asseguradas toda a custódia documental.

7 - Comprovação de paternidade com pai ausente

Muitas vezes é preciso fazer a averiguação de paternidade mas o pai, por algum motivo, encontra-se ausente. Pode se preciso estabelecer a paternidade pelos motivos até aqui exposto, pelo que se pode sempre recorrer um teste de adn com familiares.

8 - Outras razões legais

São várias as razões para a realização de um exame, é demasiado exaustivo conseguir elencar todas as razões sem que o leitor perca o interesse neste artigo, pelo que não o vamos fazer. Contudo em 8º lugar um nomeamos a razão dos benefícios legais sobre os impostos, pois o pedido pode ser feito para benefícios da segurança social ou até mesmo a criação de documentos legais.

Conclusão

Independentemente das suas necessidades a realização de um teste de paternidade deve sempre ser pensada. Não tome a decisão de animo leve. Os motivos são vários desde a desconfiança, legalização de pessoas, motivos de custódia ou outras questões legais, faltou falar neste artigo de motivos de saúde, que sem dúvida iremos abordar num próximo artigo. Na dúvida aconselhe-se com um advogado ou com um médico sobre a realização de um exame. Nós também podemos ser uma ajuda.

Precisa de ajuda, ou de esclarecer dúvidas sobre o exame de ADN que pretende realizar. Entre agora em contacto com o apoio ao cliente! >>

Leave a reply