A maioria das pessoas sabe que os traços físicos são determinados pelo genoma e que nosso material genético vem de nossos pais. Alguns genes são dominantes, outros recessivos. Os genes dominantes são os mais proeminentes.

Alguns destes traços dominantes são bastante proeminentes (ocorrem muitas vezes) para impor a composição física da humanidade, em termos teóricos a probabilidade de ocorrer um gene dominante é de 66,66(6)% e um gene recessivo de 33,33(3)%.

Por outro lado, dominante não significa sempre comum. Há momentos em que os genes recessivos são a norma. Esta lista de genes humanos dominantes concentra-se em características dominantes comuns na maioria da população. Veja abaixo os genes dominantes mais comuns para ver quais dos seus genes são dominantes e quais os recessivos.

1. Destro (Mão dominante Direita)

Ser destro é uma espécie de norma. Se duvida disso, pense, por exemplo, quantas tesouras encontra à venda para pessoas esquerdinos. Estima-se que entre 70% a 90% das pessoas são destras, tudo porque a mão direita é um gene seriamente dominante.

2. Cabelo Escuro

A grande maioria das pessoas no mundo tem cabelo preto ou castanho. Estas cores são geneticamente dominantes. Mais de metade da população dos EUA tem cabelo castanho ou preto; se agruparmos por grupos de raças, existem raças que as pessoas têm cerca de 98% de cabelos escuros.

3. Olhos castanhos

Todos os olhos têm uma cor. E são várias as cores que podem estar presentes desde verde, castanho, azul, preto e mel entre outras; contudo existe uma cor nos olhos que se sobrepõe às outras. Mais de 55% da população mundial tem olhos castanhos. Isto significa que os olhos castanhos dominam as outras cinco cores.

4. Lóbulo de orelha livre

Se olhar para as lóbulos das orelhas, notará que algumas orelhas são juntas à cabeça, enquanto outras estão libertas. Estes lóbulos de orelha provêm de genes dominantes e são muito mais comuns do que os seus homólogos (lóbulos de orelha junto à cabeça). Embora não exista um estudo mundial, estima-se que mais de dois terços (66,666(6)% da população humana tenha lóbulos de orelha soltos.

5. Sobrancelhas largas

Ter sobrancelhas finas pode ser uma beleza invejável, e isto deve-se ao facto de as sobrancelhas finas estarem em minoria. Logo é um gene recessivo. O mais comum, sendo um gene dominante são as sobrancelhas grossas.

6. Polegar esquerdo sobrepõe o direito

Junte as mãos como se estivesse a pensar, com os dedos entrelaçados. Verifique, qual polegar está por cima? Se é o esquerdo, tem presente o gene dominante. Vários estudos descobriram que bem mais de metade da população mundial exibe esta característica, um acidente aleatório de genética.

7. Braço esquerdo sobreposto ao da direita

Assim como com os dedos, a maneira como cruza os seus braços depende dos seus genes. Neste caso, o braço esquerdo dobra sobre o da direita sobrepondo-se, então tem presente mais um gene dominante – mais de metade dos indivíduos estudados apresentaram esta característica.

8. Rosto Redondo

Deve perguntar-se, então “não são todos rostos redondos?” Os rostos são categorizados como quadrados ou redondos, e existem várias sub-categorizações de vários tipos. Das duas principais categorias de rosto, a redonda é geneticamente dominante. Embora os rostos quadrados aparecem mais em certas raças, rostos redondos são dominantes em todo o mundo.

9. Lábios largos

Os lábios largos são um gene dominante. As raças que habitam em climas quentes – exibem esta característica com mais proeminência do que as outras. Os lábios finos e as pequenas narinas ajudam o corpo a reter o calor, o que os torna geneticamente vantajosos em climas frios.

Limitações genéticas dos testes de ADN de vínculos biológicos

Quando efetua um teste de adn, com objectivo de determinar a relação biológica entre dois intervenientes, como um teste de adn de paternidade, teste de adn entre avós ou outro, o ADN que é utilizado para a sua determinar as suas características físicas não é analisado.

Ou seja, existe uma limitação genética em que os laboratórios apenas podem extrair certos marcadores genéticos para execução do exame de paternidade, por exemplo.

Logo, apesar do seu perfil genético com os 20 marcadores autossomicos estarem presentes e descritos no relatório, estes marcadores são apenas identificativos, não conseguirá obter qualquer informação sobre quais os genes dominantes ou recessivos no seu genoma.

Clique aqui para ver todos os nossos testes de adn
Leave a reply