Documentos/ informação necessária para um teste de paternidade

resumo

Quem contacta pela primeira vez com os testes de ADN, permanecem várias dúvidas sobre qual o caminho que deve seguir. Os testes de ADN são todos iguais? Apresento a mesma documentação em todos os laboratórios? Os testes de ADN legais têm todos o mesmo valor? São todos válidos?

Os testes de ADN/ Paternidade Standard «informativos» são apenas para uso pessoal, pelo que fica vedada o uso em termos legais. Isto porque se optar pela realização da colheita de ADN em sua casa, através do nosso Kit de colheita de ADN, não é possível ao laboratório verificar a proveniências das amostras, logo, não podemos garantir num processo legal «seja de parentalidade, legalização ou outro», que as amostras recebias em laboratório de facto pertencem às pessoas que o requisitante do teste identifica como dadores.

Um teste de paternidade legal, para uso em tribunal, registo, segurança social, SEF ou alterações à certidão de nascimento, deve ser realizado obrigatoriamente numa clínica. Os intervenientes devem ter consigo o cartão de cidadão, passaporte, bilhete de identidade, ou outro documento identificativo que contenha uma fotografia sua e um número único de identificação, como um cartão militar, carta de condução ou outro. O documento deve estar dentro da validade.

Ao fazer a colheita de ADN em casa, ou na clínica de um exame informativo que informações me vão solicitar?

 

Antes de comparecer na clínica deve sempre agendar a sua colheita, pode fazê-lo online ou via telefone. Contudo a informação solicitada na clínica para um exame informativo é a mesma que a solicitada na altura que lhe enviamos o Kit de colheita de ADN, ou seja, quando a colheita de ADN é realizada em sua casa.

Para cada participante, precisaremos obrigatoriamente de:

  • Primeiro e último nome.
  • Data de nascimento.
  • Data da colheita de ADN.
  • Raça da pessoa.
  • Morada ou email para envio dos resultados.
  • Concordância e consentimento informado com as condições de serviço.
  • Cartão de cidadão

Qual é a Identificação necessária para um teste de paternidade legal realizado juntos dos profissionais de saúde ?

Os adultos participantes no teste, incluindo os tutores legais «que podem ou não ser participantes no teste de ADN» devem sempre fazer-se acompanhar de cartão identificativo que pode ser um documento com fotografia emitido pelo estado, um passaporte ou outro documento que o identifique inequivocamente. Se o teste envolver um recém-nascido e por isso ainda não tiver cartão de cidadão deve fazer-se acompanhar do acento de nascimento da criança.

Se ainda não existir nenhum documento de registo, nem a certidão de nascimento para a criança recém-nascida a mãe deve fornecer a sua identificação e a alta hospitalar.

De forma a garantirmos que as pessoas são identificáveis, na altura da colheita de ADN iremos tirar uma fotografia a todos os participantes, para que perante o sistema jurídico, não existam dúvidas dos participantes do exame de ADN.

É importante salientar que quando o exame envolve um menor, seja o teste informativo ou legal, todos os tutores legais devem dar o seu consentimento para a execução do exame.

Veja aqui mais informações sobre o teste de paternidade legal. >

 

Como são colhidas as amostras?

As amostras sem exceção são colhidas via oral, através de uma zaragatoa, esta é a amostra standard e preferencial do laboratório («se o cliente quiser realizar ao sangue, podemos fazer).

É utilizada uma zaragatoa seca esterilizada «tipo um cotonete», em que é esfregada nas bochechas interiores tanto do lado direito como do lado esquerdo a todos os indivíduos que participem no teste de ADN. O esfreganço bucal é não invasivo e indolor para todas as partes envolvidas. Esta colheita é mais rápida que a do sangue, mais fiável e muito mais fácil de realizar em bebés, crianças pequenas e adultos que não se sentem bem na presença de sangue ou no procedimento de colheita de sangue com agulhas.

Mais informações sobre a colheita de ADN >

 

Os resultados.

Os resultados podem ser obtidos via telefone mediante apresentação da referência do exame. Um exame típico como o teste de paternidade pós-natal tem a duração de 3 a 5* dias úteis podendo no limite chegar aos 7* dias úteis. O tempo de execução não incluí o dia em que faz a colheita de ADN.

Os resultados do teste de ADN de forma «generalizada» são enviados:

  • Para o seu email / Emails dos intervenientes
  • Levantado nas nossas instalações
  • Enviados por carta para a morada que indique

Se pretender mais que um documento original este requerimento tem um custo. Consulte a nossa tabela de preços aqui.

*Os tempos dos resultados são os normais «standard». No entanto, em alguns casos, são necessários testes adicionais devido ao ADN de um indivíduo em particular. Embora não aconteça com frequência, quando acontece, os resultados podem demorar vários dias (máximo até 10 dias úteis).

Como o leitor compreende este é um processo que está completamente fora do nosso controlo e não tem nada a haver com o processo de colheita de ADN para o teste. Um resultado entregue dentro de prazos é muito importante para nós, mas um resultado 100% fiável é muito, muito mais importante. Contudo será sempre informado se existir algum tipo de atraso com o seu exame de ADN e o motivo para o atraso.

 

Porquê a Código ADN?

Porque temos uma das maiores redes de laboratórios acreditados de testes de ADN a nível internacional. Ao realizar um exame de paternidade legal connosco conseguimos conferir validade jurídica internacional (o seu teste é válido por exemplo na Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos da América).

A nossa equipa não é apenas compreensiva e atenciosa, mas também conhecedora.

Entendemos que há muitas opções quando se trata de testes de paternidade / relacionamento biológico, mas estamos confiantes de que não encontrará outra equipa que possa ter um serviço comparado ao serviço que oferecemos.

Conclusão

Nunca é fácil saber qual o teste de ADN e em que formato pretendemos avançar  com o exame. Na dúvida entre sempre em contacto com vários laboratórios, vários especialistas. Na Código ADN temos pessoas que o podem ajudar a encontrar a melhor solução. Comece por pesquisar as 10 perguntas básicas sobre testes de paternidade.

Veja aqui mais sobre todos os testes de paternidade disponíveis>>

Atenção: Consulte sempre fontes independentes. Se detetar algum erro ou alguma imprecisão no decorrer da leitura, por favor envie-nos um email para [email protected], com o relato.

Leave a reply