Predisposições genéticas alimentares

Apoiados em tecnologia revolucionária, NGS, identificamos as intolerâncias, sensibilidade e predisposições genéticas a nível molecular, não detetadas por outros métodos, que a podem levar a uma vida saudável.

O seu bem-estar ao seu alcance

Escolha se pretende testar apenas uma categoria, ou em alternativa opte por um dos nossos exames completos. Ao optar por um dos nossos exames completos tenha em atenção as categorias que incluímos.

Pack 1 – alimentar, cafeína e álcool

O pack 1 evidencia as intolerâncias, sensibilidades e predisposições genéticas:

  • Glúten – doença celíaca;
  • Lactose;
  • Cafeína;
  • Frutose;
  • Álcool;
  • Niquel;
  • Sulfitos;

Pack 2 – alimentar e animais domésticos

O pack 2, predisposições genéticas alimentares e animais domésticos evidencia quais os genes mais sensíveis a 8 irritantes:

  • Glúten;
  • Lactose;
  • Proteína do leite de vaca;
  • Ovo;
  • Amendoim;
  • Outras comidas;
  • Histamina;
  • Pelos de animais de estimação. (Cão e Gato).

Os testes alimentares, categorias isoladas

Predisposições para a doença celíaca

A doença celíaca é uma doença auto – imune , induzida por uma reação imune, no nível do intestino, devido a uma proteína de glúten (Gliadina) contida no trigo, cevada e centeio. 

Intolerância à lactose

A intolerância à lactose é a incapacidade de digerir o açúcar presente no leite. Antes de ser usada pelo organismo, a lactose deve ser dividida em dois açúcares simples: glicose e galactose. Para esta função, a enzima lactase é necessária. 

Intolerância à Frutose

Existe uma patologia que impede a ingestão de frutas, vegetais e em geral alimentos que contenham frutose: é chamada de intolerância hereditária à frutose (HFI) , Hereditary Fructose Intolerance.  

Sensibilidade à cafeína

Identifica se tem um metabolizador rápido ou lento, especialmente para evitar possíveis patologias ou distúrbios.   Os metabolizadores lentos podem ter efeitos negativos sobre o corpo, incluindo um risco maior de ataque cardíaco .

Sensibilidade ao níquel

O níquel é um metal pesado altamente resistente ao ar e à água. A comida , no entanto, apresenta-se como a principal fonte de contacto com o níquel e está mais presente em produtos vegetais. Entre os alimentos de origem animal , os ovos são aqueles com maior conteúdo de níquel.

Sensibilidade ao álcool

O álcool etílico, além da água é o principal componente das bebidas alcoólicas. A sensibilidade ao álcool vem da incapacidade de metabolizar adequadamente as quantidades ingeridas devido a um defeito genético que limita a produção das enzimas envolvidas no processo.

Sensibilidade aos sulfitos

Em indivíduos saudáveis, nas doses comumente usadas na indústria de alimentos, o dióxido de enxofre é considerado um aditivo seguro. Apesar dessa segurança de uso, o dióxido de enxofre e os sulfitos podem ser mal tolerados por pessoas “hipersensíveis aos sulfitos”.

...o seu médico / nutricionista

Nós incentivamos que partilhe os seus resultados com o seu médico/ nutricionista. Os nossos testes fornecem informações personalizadas que permitem que se envolva e aprenda mais sobre sua própria saúde. Contudo, os nossos testes não pretendem diagnosticar doenças. Deve sempre procurar o conselho do seu médico ou outro profissional de saúde qualificado com quaisquer dúvidas que tenha.

perguntas mais frequentes

O que são as sensibilidades alimentares?

As sensibilidades alimentares são uma reação adversa do corpo a certos alimentos. Os testes genéticos de predisposições alimentares devem sempre ser precedidos e acompanhados por uma visita especializada envolvendo o nutricionista e, em alguns casos, também o alergista ou gastroenterologista.

Quando são utilizados estes exames?

Depois de identificar corretamente os sintomas e reconstruir a história da pessoa, antes de iniciar um determinado regime de exclusão de alimentos, é útil recorrer à realização de testes de ADN predisposições genéticas.

Qual a diferença destes exames predisposições genéticas e dos de intolerância alimentar

Estes exames são realizados a um nível molecular, não aos anticorpos. Uma pessoa pode ter elevado número de anticorpos no sangue sem ser intolerante a determinado alimento. Este exame verifica os seus genes, sabendo se poderá desenvolver uma sensibilidade ao tipo de alimento que contém as variantes analisadas.

o kit de colheita de ADN

Para se obter um perfil de ADN válido para execução do teste de ADN, precisamos que nos envie as células da boca. Apenas um esfreganço contra a bochecha. Este kit é tudo o que precisa para nos enviar as suas amostras.

kit e colheita de adn registo

ID único e confidencial
no pedido do Kit de ADN

kit e colheita de adn colheita

Zaragatoas para colheita na cavidade bocal
e instruções fáceis de entender

kit e colheita de adn enviar

Envelope pago e contratual para
devolver as suas amostras