O que diz e não diz um teste de paternidade

Os serviços de testes de paternidade podem ser muito importantes na sua vida familiar. A questão é: O quão confiante está de que o pai é o ‘pai de verdade?’. O teste de paternidade pode ser um assunto delicado, mas não é tão incomum quanto imagina. Diariamente a CódigoADN atende dezenas de chamadas com pessoas que questionam a paternidade de uma criança. Atualmente com a evolução da tecnologia, facilmente se consegue evidenciar de forma clara que um homem é o pai de uma criança. No artigo de hoje, abordamos a informação que se pode obter de um teste de paternidade.

 

No apoio ao cliente recebemos questões sobre quais as informações que um teste de paternidade pode dar, como por exemplo, por vezes temos perguntas de mães a perguntar se:

  1. ao fazer o teste de paternidade posso saber com quantos parceiros sexuais teve o pai da criança?
  2. é possível identificar a idade do perfil de ADN extraído? ou,

E, muitas outras questões que por vezes são pertinentes, outras, em busca de repostas que não cabe, nem nunca caberá, no âmbito dos testes de paternidade.

 

Então veja abaixo as únicas respostas que um teste de paternidade lhe poderá dar:

 

Descobrir pai biológico de uma criança/ adulto

Os serviços de teste de paternidade são simples. Tudo o que se exige é uma amostra de ADN do suposto pai e da criança envolvida. Esta amostra de ADN é retirada do interior da bochecha, tornando o processo completamente indolor. Da amostra de cada pessoa, é possível extrair ADN suficiente para emitir o perfil de ADN de cada interveniente no exame de ADN e assim obter uma correspondência entre os dois indivíduos.

Então, um teste de paternidade apenas é possível obter o perfil de ADN do indivíduo, o sexo desse perfil de ADN, e uma probabilidade de paternidade dos dois perfis de ADN.

Nenhuma outra informação é revelada num teste de paternidade, nem doenças hereditárias, nem outras questões a não ser exclusivamente se os perfis de ADN são ou não de parentes relacionados biologicamente.

 

Como ler o teste de paternidade

Os resultados do teste de paternidade são exibidos mais ou menos todos da mesma forma, mesmo em laboratórios com tecnologias diferentes. Normalmente, existem três colunas: uma com o tamanho dos alelos da criança, uma com o tamanho dos alelos do suposto pai e, uma como nome dos marcadores genéticos em teste. Um locus é um termo utilizado para os marcadores de ADN, vulgo sistemas, que estão a ser testados. Para que o alegado pai seja realmente o pai biológico, o perfil de ADN deve corresponder a pelo menos um dos números em cada um dos 24 marcadores genéticos. Se não corresponderem, o exame é negativo. Existe sempre uma percentagem de probabilidade de paternidade na parte inferior da página para facilitar a leitura.

 

A precisão no teste de paternidade

Os testes de paternidade baseados em ADN são os mais precisos. Frequentemente, se o teste for positivo que o suposto pai é o pai biológico, será cerca de 99,999% exato. Os serviços de teste de paternidade podem fornecer esta precisão devido à correspondência no ADN. Se ainda tiver dúvidas sobre os resultados do teste de paternidade, uma ótima maneira de garantir que o ADN seja da criança e do suposto pai é garantir que a colheita de ADN é realizada à sua frente.

 

Ao escolher um laboratório, escolha um laboratório certificado.

Se está a questionar a paternidade ou precisa de garantias, visite fale com a CódigoADN para entender quais as opções que tem pela frente. Os testes de paternidade são 100% precisos e irão mostrar o que precisa, para que consiga clarificar todas as suas dúvidas. Se estiver interessado noutro tipo de teste de ADN, que não um teste de paternidade, fale com a nossa equipa de especialistas para o podermos ajudar.

Leave a reply