Teste de Paternidade durante a Gravidez, deve fazer?

resumo

Para algumas mães, é doloroso «imaginar», testemunhar a agonia de uma criança enquanto cresce sem um pai.
Existem acontecimentos que não podem ser alterados, como quando o pai possa ter falecido, contudo existe outros que de facto podem e devem ser alterados, como por exemplo, quando o pai já tenha constituído um família legal própria (a criança tenha nascido fora do casamento) ou a mãe da criança, por alguns motivos, não tem vontade de dizer quem é o pai biológico da criança, mas o decide fazer.

Ver outras crianças felizes com mãe e pai pode devastar uma criança sem pai. Por vezes pode até deixar cicatrizes emocionais profundas e uma infância infeliz. É possível que a criança carregue toda aquela bagagem emocional e ressentimento enquanto cresce até a idade adulta, o que também pode levar a questões pessoais que muitas vezes resultam em problemas mais tarde.

Por esta razão, muitas mães, ou futuras mães, que se encontram nesta situação complicada de não ter a certeza quem é o pai da criança e entre as coisas boas e más que a revelação possa trazer, em algum momento devem tomar a decisão de resolver esta dúvida: e fazer uso de um teste de paternidade pré-natal.

Por que existe a necessidade da realização de um teste de paternidade pré-natal?

Por mais simplista que seja o cenário acima, a realidade é que há muitas coisas a considerar quando se opta pela realização de um teste de paternidade pré-natal

VANTAGENS DE UM TESTE DE PATERNIDADE PRÉ-NATAL
.

  • Proporciona à mãe apoio à criança ou apoio financeiro do pai, voluntariamente ou por meios legais
  • Determina a paternidade da criança ou quem é o pai biológico.
  • Para o homem, dissipar as suas dúvidas sobre se ele é o verdadeiro pai do bebé.
  • Fornece à criança todos os benefícios legais a que tem direito do pai
  • Tranquilidade para com o pai, a mãe e o filho, aos quais não podemos colocar um preço
  • Potencializa a criação de um vínculo mais forte entre o pai e a criança
  • A criança tendo outra figura parental, poderá sempre conhecer as suas raízes biológicas.
  • Por outro lado, o pai é livre de receber o filho(a), sem dúvidas, um filho que ele conhece, para amar, apoiar e passar a vida com ele.
  • Identificar o pai biológico fornece dados de indicadores genéticos que podem ser úteis no desenvolvimento e saúde da criança.

O que é um teste de paternidade pré-natal?

Um teste de paternidade pré-natal é realizado para determinar se um homem é o pai de um bebé, ainda no útero da mãe, assim este exame é chamado de pré-natal. Isto é feito examinando amostras contendo ADN do homem, da mulher grávida e do feto.

A Amostra de ADN do bebé é obtida pela livre circulação de células fetais na corrente sanguínea da mãe, a este exame chama-se um teste de paternidade pré-natal não invasivo.

Existem na realidade três procedimentos para extrair ADN do bebé:

Amniocentese: Uma agulha é inserida através do abdômen da mãe para extrair o fluido da amostra do útero.

Amostragem de Vilas Coriônicas (CVS): Uma agulha é passada através da parede do abdómen para colher amostras de tecido da placenta da mulher. Alternativamente, um pequeno tubo é passado através da vagina e do colo do útero.

Amostra de Sangue: Ou o teste de paternidade pré-natal não invasivo em que é colhido sangue no braço da mãe, sem qualquer risco para a mãe e para o bebé!
.
VANTAGENS:
.

  • O teste de paternidade pré-natal, que se baseia em testes de ADN, é uma maneira extremamente confiável e precisa de estabelecer relações biológicas.
  • Um teste de paternidade feito nas nossas clínicas protege a sua privacidade. Embora tenha que enviar sua amostra de ADN para o laboratório, ainda mantém o seu anonimato, pois sua identidade permanece privada.
  • Um exame pré-natal não invasivo é um procedimento totalmente seguro ao contrário de um procedimento de CVS.

 

A CONSIDERAR/ DESVANTAGENS:
.

  • Os resultados do teste de ADN podem ser enganosos, errôneos ou não confiáveis, se forem feitos por um laboratório mais barato e sem certificações.
  • Pode ser uma causa de atrito e amargura entre o homem e a mulher grávida.
  • A preço do exame em laboratório pode ser um fator negativo, mas aqui questionamos o quanto é importante saber a verdade?
  • CVS e amniocentese são procedimentos invasivos que podem colocar a gestante em algum risco de aborto – Não escolha este tipo de exames!

O processo de uma perspectiva diferente

Vendo tudo isto do ponto de vista da criança, digamos, agora com idade suficiente para entender e sentir o estigma de não saber quem é o seu pai biológico.
A mãe deve fazer o que é preciso para o seu filho(a) conhecer o pai e ter uma família completa, um senso de raiz, evitando por vezes crises de identidade.

Em suma,

É importante saber que existem escolhas e opções para a realização do teste de paternidade pré-natal, dita a consciência de cada mãe se o deve fazer ou não.

Veja aqui mais sobre os testes de ADN pré-natal não invasivo>>

Leave a reply