Realizar um teste de paternidade em casa? como o pode fazer?

resumo

Na altura da realização de um teste de paternidade 8 em cada 10 pessoas precisa de ver mais de 10 questões respondidas sobre estes exames. Este artigo tem como objectivo esclarecer as 10 perguntas mais frequentes sobre testes de paternidade.

Fazer o teste de paternidade em casa ou nas nossas clínicas?

Os meios de comunicação internacionais relatam frequentemente que cerca de 30% das crianças envolvidas num teste de paternidade acabam por saber que não são filhos biológicos do homens que as ajudaram a criar. Quanto maior a amostra de dados utilizada maior a precisão dos dados obtidos. No entanto, nenhum organismo a nível nacional e internacional detém tais dados para afirmar com certeza absoluta que cerca de 30% das crianças a nível mundial não “conhece” o seu verdadeiro pai. Nos laboratórios da CódigoADN a média é de 40%, ou seja, cerca de 40% dos testes de paternidade que fazemos são negativos.

Qual o processo/ procedimento para fazer o teste de paternidade em casa?

O teste de paternidade pelo ADN é o método mais preciso para determinar a paternidade. Atualmente é possível obter um nível de precisão em torno dos 99,9999%. Este desenvolvimento tecnológico permitiu os testes de paternidade tornarem-se acessíveis e disponíveis a qualquer pessoa que pretenda realizar o teste. A recolha das amostras de ADN para a realização do teste de paternidade em casa é feita na própria casa das pessoas, em total confidencialidade e privacidade. Em seguida as amostras são enviadas para o nosso laboratório para o inicio de todos os testes. No nosso laboratório são analisados no mínimo 16 marcadores de ADN, normalmente 20 marcadores. Após a extracção dos marcadores genéticos é feita uma análise estatística e depois o calculo da probabilidade de paternidade.

Qual a fiabilidade de um teste de paternidade feito em casa?

Quando o exame é bem conduzido, os resultados são praticamente 100% precisos. O duplo processo patenteado que é utilizado no nosso laboratório garante que os resultados são entregues sem erros. A probabilidade é assim determinada, com 0% para resultados negativos e com 99,99% e superior para resultados positivos.

O teste de paternidade em casa é tão fiável como um teste de paternidade quando a colheita é feita nas clínicas de ADN. A nível de procedimento laboratorial nada é alterado, o utilizador que utiliza o kit de adn e conduz a extração do mesmo, apenas tem que garantir que:

► Não existe contaminação das amostras (a extração é feita de forma separada nas pessoas)

► Recolheu as amostras de ADN nas pessoas certas.

A questão da paternidade é mais relevante do que possa imaginar. De acordo com um estudo internacional, cerca de 20% dos indivíduos do sexo masculino já abordaram o assunto da paternidade com um familiar ou um amigo, questionando se de facto é o pai biológico da criança. Solicitar um teste de paternidade, feito em casa, ou não pode gerar uma situação de desconforto e tensão entre o casal, contudo em caso de dúvida, é o curso mais responsável a ser seguido.

O teste de paternidade em casa é feito de forma indolor, através da extração de saliva da boca com uma zaragatoa “parecido com um cotonete”. O ADN produzido na boca é do ADN mais puro para se poder conduzir este tipo de estudos.

Solicite aqui o Kit de ADN gratuito para fazer a colheita de ADN em casa >>

Leave a reply