Informações detalhadas sobre o Teste de Paternidade 33 Marcadores Genéticos.

Relatório do teste de paternidade

Abaixo é possível ver o relatório do exame de paternidade, tenha em atenção que, o número de marcadores genéticos influência a fiabilidade do exame de ADN.

A título de curiosidade, quando um laboratório utiliza apenas 16 marcadores genéticos, é possível que ocorram exames de paternidade com resultados com falsos positivos se a mãe não participar no exame de ADN.

exame de paternidade com 33 marcadores genéticos

Entender os resultados do exame de paternidade

Os resultados do exame de paternidade são obtidos através da obtenção do perfil de ADN do alegado pai e do suposto filho(a) e comparados entre si. A diferença do Exame de Paternidade realizado com 33 Marcadores Genéticos, é o número de marcadores genéticos extraídos e a tecnologia usada, logo, uma maior confiança no exame.

Se ainda tiver dúvidas pode consultar as perguntas mais frequentes que são realizadas para o teste de paternidade.

Sumário: resultados do exame de paternidade:

  • Resultado de 99,9999% ou superior – Resultado positivo, o alegado pai é o pai biológico da criança;
  • Resultado igual a 0% – Resultado negativo, o alegado pai é excluído com 100% de certeza.

Quando se sobe na escala de marcadores genéticos, a participação da mãe deixa de ser importante para a execução do exame de paternidade.

Desde logo, porque, se estamos a comparar o dobro do ADN entre as duas pessoas, a influência do ADN maternal não influência a conclusividade do exame.

Por isso, na altura de escolher, escolha mais marcadores genéticos, independentemente do laboratório onde executa o exame de ADN.

” muito obrigado pelos resultados, mais uma reunião familiar feita.
J. Soares, Coimbra

Diferença do exame de 33 marcadores genéticos para os de 16 marcadores genéticos?

Existem diferenças significativas entre um exame que utilize 16 a 20 marcadores genéticos para um com 33. A diferença é a confiança do resultado. Imagine um marcador genético como um ponto de comparação. Se um exame compara 33 pontos em vez de 16 pontos entre as pessoas em teste, logo, o exame com 33 marcadores é muito mais confiável. Pode ler mais no artigo: porque o número de marcadores genéticos são importantes.

A revolução na precisão: Precisão Quadrupula Impulsionada pela Tecnologia

O que torna esta tecnologia verdadeiramente notável,  é a sobreposição dos marcadores genéticos.

Três dos marcadores presentes em ambas as tecnologias + a amelogenina, marcados a dourado, na figura abaixo, sobrepõem-se, tornando-se os guardiões desta precisão inigualável. Não são apenas chaves únicas que apontam o caminho, mas reforçam a rota, garantindo que não haja espaço para erros.

A cada marcador que se sobrepõe, a verdade genética é verificada, reconfirmada e validada. Cada um deles é como um selo de autenticidade, um carimbo de aprovação genética.

Quando a precisão é sua prioridade, o teste de paternidade de 33 marcadores genéticos é a escolha superior no mercado. Traz a confiabilidade com a máxima precisão.
Garante a precisão. Reconfirma-se 6x.

Uma visão detalhada do teste de paternidade com 33 marcadores genéticos

Imagine um quebra-cabeça genético, uma busca pelas chaves únicas do seu genoma. Começa com 24 peças, 24 marcadores genéticos que representam regiões especificas do seu genoma. É uma jornada fascinante, mas sabemos que o seu ADN é mais complexo que estas 24 regiões.

Agora, adicione mais 12 peças ao quebra-cabeça. Um aumento de 24 para 36 marcadores genéticos. Cada novo marcador é uma porta que se abre para um nível totalmente novo de precisão, uma janela para um mundo dos detalhes que antes estavam escondidos. (Repare que apenas são adicionados 9 marcadores  únicos, os restantes 3 + a amelogenina são verificações sobrepostas, daí os perfis de ADN terem 33 marcadores genéticos únicos e não 36 marcadores no seu total).

Ao fazer esta transição, expande horizontes, abre caminhos para a verdade. A busca pela confirmação ou negação da relação biológica fica mais profunda e mais abrangente, os pormenores são importantes e podem fazer a diferença.

33 marcadores genéticos não são apenas mais números; são chaves que destrancam a porta da descoberta, revelando uma precisão inigualável na relação biológica que questiona.

Os resultados do exame de paternidade são admissíveis em tribunal?

Os exames em que a colheita de ADN é realizada em casa podem ser apresentados em tribunal para inicio de averiguação de paternidade, mas não podem ser usados como prova de paternidade em tribunal (terá que fazer um novo exame, durante o processo de averiguação). O motivo não é a fiabilidade do exame, mas porque não existe forma da Código ADN ou o tribunal verificar em quem foram colhidas as amostras. Reiteramos, pode usar o exame para iniciar a averiguação de paternidade em tribunal.

Agende a colheita de ADN com um profissional de saúde.

Pode fazer o agendamento com apenas 24H de antecedência. Além disso, os pontos de colheita do Porto e Lisboa estão abertos durante o fim de semana, sábados e domingos todo o dia.

Realize a colheita de ADN em casa de forma confidencial.

Solicite o kit para a realização do exame de paternidade de forma gratuita online. Em alternativa pode solicitar no apoio ao cliente ou levante diretamente aos balcões do Porto ou Lisboa.