Teste de Paternidade: Processo e Fiabilidade

Diferenças entre a realização do teste paternidade nas clínicas ou em casa.

Realização do exame de paternidade nas clínicas.

Se optar pela realização do exame com os profissionais de saúde, basta que nos contacte via telefone ou email. As marcações podem ser feitas com apenas 24H de antecedência, devem fazer-se acompanhar de cartão de cidadão.

Veja o horário, da clínica que lhe é mais conveniente. (Os pontos de colheita do Porto e Lisboa estão abertos durante o fim de semana).

Se o exame envolver um menor, devem estar presentes todos os tutores legais na altura da colheita de ADN. Veja todos os procedimentos para os pacientes nos pontos de colheita de ADN.

As amostras colhidas pelos profissionais de saúde são realizadas através de um esfreganço bucal. Esta colheita é tão fiável como o sangue, pode ler mais em vantagens e desvantagens da colheita de sangue e células da boca “saliva”, além que apresenta enumeras vantagens quando o exame envolve um menor, pois NÃO envolve dor na colheita de ADN, através de uma zaragatoa bucal.

Em suma:

  1. Deve proceder à marcação, via telefone, do teste de paternidade;
  2. Confirmar que todos os intervenientes têm cartão de identificação;
  3. Se o exame envolver um menor, todos os tutores legais têm que estar presentes;
  4. Deslocar-se à clínica no dia e hora agendada;
  5. Aguardar cerca de 5 dias úteis para receber os resultados.

Agende o exame de paternidade com um profissional de saúde.

Pode fazer o agendamento com apenas 24H de antecedência. Além disso, os pontos de colheita do Porto e Lisboa estão abertos durante o fim de semana, sábados e domingos todo o dia.

Realização da colheita de ADN em casa.

A realização da colheita de ADN em casa é uma escolha pessoal, tornando desta forma o exame mais confidencial e privado. A colheita é realizada nas células da boca, portanto, uma zaragatoa (tipo cotonete) contra a bochecha interior, tanto do suposto pai, como do filho(a).

Para efetuar a recolha de ADN em casa, precisa de um kit próprio que é enviado gratuitamente para Si. O kit para colheita de ADN pode ser pedido online, por telefone ou solicitado aos balcões do Porto ou Lisboa.

Para mais informações sobre como fazer a colheita consulte as instruções para a colheita de ADN. Pode também consultar a base de conhecimento que tem as perguntas frequentes dos nossos clientes: dúvidas gerais sobre a colheita de ADN em casa.

Como funciona o pedido do kit de ADN até à receção dos resultados.

Solicite o kit de colheita de ADN gratuitamente online, por telefone ou presencialmente.

Após a receção do kit, encontrará todo o material para a colheita de ADN, documentos legais, envelopes de retorno das amostras e instruções claras e precisas, para que possa efetuar a colheita de ADN sem qualquer dificuldade, veja mais na página como funciona o kit de colheita de ADN.

Tendo as amostras colhidas, estas podem ser enviadas, ou, entregues pessoalmente aos balcões da Código ADN.

Se optar pelo envio das amostras de ADN, deve utilizar o envelope próprio e pago que se encontra no interior do kit de ADN. Deve juntar às amostras a ficha de cliente e o consentimento informado.

O teste é pago na altura que nos envia/ entrega as amostras, via multibanco, transferência bancária ou outro.

Tenha em atenção que, a maior parte dos testes de paternidade utilizam cerca de 16 a 20 marcadores genéticos, os serviços da Código ADN, utilizam 24 marcadores genéticos, garantindo desta forma uma fiabilidade muito superior.

Por fim, salientar que, cada teste de ADN é realizado duas vezes para garantir 100% de fiabilidade.

Em suma,

  1. Solicitar o kit de colheita de ADN, online, via telefone ou levantar presencialmente.
  2. Ler com atenção as instruções de colheita de ADN;
  3. Efetuar a colheita de ADN na boca dos intervenientes e acondicionar as amostras junto do kit de ADN;
  4. Preencher ficha de cliente e consentimento informado que se encontram junto do kit;
  5. Verificar que tem as amostras colhidas, ficha de cliente e consentimento devidamente preenchidos;
  6. Efetuar o pagamento por multibanco, com referência própria dentro do kit de ADN.
  7. Enviar as amostras no envelope de retorno para a Código ADN ou entregar pessoalmente;
  8. Aguardar cerca de 5 dias úteis para receber o resultado por email ou por carta, conforme suas instruções na ficha de cliente.

Realize o exame de paternidade em casa de forma confidencial.

Solicite o kit para a realização do exame de paternidade de forma gratuita online. Em alternativa pode solicitar no apoio ao cliente ou levante diretamente aos balcões do Porto ou Lisboa.

Comparação da colheita de ADN realizada em casa e nas clínicas.

Abaixo encontra uma visão geral das diferenças chave entre realizar um teste de paternidade numa clínica ou em casa.

CritériosColheita de ADN na ClínicaColheita de ADN em Casa
Profissional de SaúdeColheita de ADN por um profissional de saúde.Colheita de ADN pelos próprios.
PrivacidadePrivacidade garantida, requer deslocamento à clínica.Alta privacidade e confidencialidade, colheita em casa.
ConveniênciaNecessidade de agendamento e deslocamento.Flexibilidade para realizar a qualquer momento.
FiabilidadeAltamente fiável devido à supervisão.Igualmente fiável seguindo as instruções de colheita.
CustoMais caro, porque tem que pagar a consulta de enfermagem.Não paga a consulta de enfermagem.
Tempo de Espera para Resultados 5 dias úteis.5 dias úteis.
Apoio ao clienteTotalmente disponível.Totalmente disponível.
LegalidadeResultados podem ser apresentados em tribunal.Resultados podem ser apresentados como evidência em tribunal.
Processo de ColheitaRealizado por enfermeiros – Zaragatoa Bucal.Realizado pelo próprio – Zaragatoa Bucal.
Escolha a sua opçãoAgendamento ClínicaKit de colheita de ADN

Fiabilidade do exame de paternidade e o número de marcadores genéticos.

Quando uma criança nasce herda 50% do ADN da sua mãe e 50% do ADN do seu pai.

É com base na afirmação acima que, utilizando apenas o ADN do suposto pai e do filho(a) é possível chegar a um resultado 100% confiável. Claro que o processo tecnológico e número de marcadores genéticos influenciam a confiabilidade do exame a ser executado.

Passagem dos alelos dos pais biológicos para o filho(a), fluxo de herança no teste de paternidade

herança genética no teste de paternidade

Analisaremos agora, de forma resumida, a passagem do ADN dos pais (progenitores) para a criança.

Como pode verificar na imagem acima, de forma muito simples o ADN do pai é constituído pela cor azul e o ADN da mãe pela cor vermelha.

Por essa razão, a criança só poderá herdar alelos vermelhos e alelos azuis.

Contudo, nunca poderá herdar mais azuis que vermelhos nem mais vermelhos que azuis, pois, como já referido, a criança deve herdar 50% do ADN da mãe e 50% do ADN do pai.

Em conclusão, apenas salientar que, a herança da posição das cores é completamente aleatória, ou seja, um irmão desta criança teria os mesmos pontos azuis e vermelhos, mas em posições diferentes o que faria dele, uma pessoa diferente.

Veja mais no nosso artigo a ciência por trás dos testes de paternidade.

Exemplo de um relatório de um teste de paternidade com 24 marcadores genéticos, com os 9 marcadores CODIS.

A herança biológica numa relação Suposto Pai e Suposto(a) filho(a) é sempre direta, a ciência no teste de paternidade (herança direta dos alelos) garante 100% de fiabilidade ao exame.

Permita-nos desde já esclarecer que, uma amostra colhida em casa é tão fiável como uma amostra colhida por um profissional de saúde.

As amostras das células da boca são mais confiáveis do que o sangue. O material de colheita utilizado, zaragatoas, que enviamos no kit de ADN, é o mesmo que é utilizado nas clínicas.

Regressando à questão central, a fiabilidade de um teste paternidade garante-se ao escolher os laboratórios, tendo em atenção questões como:

  • As certificações;
  • Tecnologia utilizada para execução do exame;
  • Participação ativa na sociedade de genética internacional;
  • Geneticistas;
  • entre outras.

Contudo, e, especificamente nos testes de paternidade, apesar das questões anteriores serem muito importantes, nestes testes, a fiabilidade é garantida pelo número de marcadores genéticos.

Porque são importantes os marcadores genéticos?

Desde logo, porque, quantos mais marcadores genéticos, mais pontos de comparação existe entre o ADN do alegado pai e do suposto filho(a).

Note que, se o exame tem 16 marcadores genéticos, então o relatório de paternidade compara 16 pontos de ADN entre as pessoas que participam.

Logo, a fiabilidade do exame é diretamente proporcional ao número de pontos (marcadores genéticos) utilizados.

Por esta razão, não realizamos exames com 16 marcadores genéticos. Existe um compromisso regular na pesquisa destes testes, sendo que, os testes de paternidade realizados com os nossos serviços tem 24 marcadores genéticos.

Ainda é possível, aos nossos clientes fazer o upgrade para o teste de paternidade premium (33 marcadores genéticos), exclusivo da Código ADN.

Portanto, quanto maior o número de marcadores genéticos utilizados, mais fiável é o exame de paternidade.

Conclusão: Colheitas em Casa ou na Clínica?

O processo de realização de um teste de paternidade, seja numa clínica ou em casa, é uma escolha pessoal.

As clínicas oferecem a vantagem da supervisão por um enfermeiro durante a colheita das amostras e a possibilidade de esclarecer dúvidas imediatamente com profissionais de saúde. Esta opção, na nossa opinião é particularmente vantajosa quando o teste envolve menores ou em caso de disputa do registo da criança, além que pode fazer o agendamento online para o dia e hora que lhe é mais conveniente.

Por outro lado, a realização do teste em casa proporciona uma maior privacidade e conveniência, permitindo que as partes envolvidas realizem o procedimento no conforto do lar, escolham o momento das colheitas de ADN e o menor não seja sujeito à realidade do exame, pois o exame é conduzido pelos tutores legais.

Ambas as abordagens garantem um alto nível de confiabilidade ao exame, pois o nosso teste utiliza no mínimo 24 marcadores genéticos para assegurar a máxima precisão dos resultados.

Salientamos ainda que, se optar por realizar a colheita de ADN em casa e a mesma não tiver qualidade suficiente para se realizar o exame, solicitaremos novas colheitas de ADN sem qualquer custo extra para o cliente.

Visite a página teste de paternidade 24 marcadores genéticos para tomar uma decisão informada sobre qual a melhor opção.